quarta-feira, 16 de junho de 2010

A ARTE DE AMAR

Nunca viste numa estrada abandonada, mas acariciada pela primavera, despontar a tenra erva e reflorescer, sem cessar, a vida?
Assim acontece com a humanidade que te circunda, se deixas de enxergá-la com o olhar da terra e a revigoras com o divino raio da caridade.

Chiara Lubich

referente a: ESCOLA FRATERNA (ver no Google Sidewiki)

Nenhum comentário:

Postar um comentário